sábado, 4 de setembro de 2010

In "versos"



In “versos”

Enfermidades que curam... Lepra
Sanidades que adoecem... Ego
Fraquezas que encorajam
Coragens que abatem
Pobrezas que enobrecem
Riquezas que enlouquecem
Adversidades que traz à reflexão
Festas que ofuscam a razão

Na noite é a Lua quem chama a atenção
O corpo frio elucida falecimento

Os “inversos” trazem meditação...

Tão inútil quanto à vaidade...
...É não amar-se
Tão estranho como pensar na morte...
...É ignorá-la
Tão mórbido quanto invocar o diabo...
...É não buscar a Deus

“... porque meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor”
(Isaías 55; 8)

Um comentário: